Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Indian Summer

Março e Abril em filmes

Antes de mais, desculpem a minha falta de comparência. Nem sequer tenho lido os vossos blogues. O tempo simplesmente passou a correr, e tanta coisa aconteceu, que nem me consegui coordenar para escrever. Pode ser que agora tudo acalme. Por tudo isto, o mês de março passou-me ao lado e não vi muitos filmes - foi só um, admito. Decidi juntá-lo com abril, só para que o post se tornasse mais interessante ;)

 

The Purple Rose of Cairo

Realizado por Woody Allen, é um filme como os que já estamos habituados a que nos apresente: romântico, muito soft e encantador. O que aconteceria se as personagens de um filme desenvolvessem uma consciência e vida própria à parte do ator que a desempenha - é disto que o filme se trata e vale muito a pena ver.

 Pearl Jam Twenty

O documentário sobre os 20 anos de carreira dos Pearl Jam e, também, os anos antes, contextualizando o aparecimento da banda e toda a influência que sofreu e que deu seja a outras bandas, mas também à época - the 90s. Para quem é fã ou simplesmente curioso, é um filme a não perder.

 Pocahontas

Preparem-se para o que se avizinha - uma maratona de filmes da Disney. Às vezes apetece. Comecei por este maravilhoso filme, que adoro. E por que é que gosto tanto? Porque há aquelas personagens que sentimos que temos tanto a ver, partilhamos dos mesmos sentimentos e ideias - a Pocahontas, para mim, é uma delas. Adoro-a.

Corcunda de Notre Dame I e II

 Não sei bem porquê, mas acho que nunca tinha visto o filme até ao fim. Nunca foi um filme que me conquistasse quando era pequena e por isso, não devia ter muita paciência para o acabar. Mas decidi vê-lo e gostei muito. O Quasimodo é um amor e aquelas estátuas são espectaculares.

Os Aristogatos

É um filme muito leve e engraçado, e apaixonante para quem gosta de gatos, jazz e um final feliz.

Antes do Amanhecer | Antes do Anoitecer | Antes da Meia-noite

Esta trilogia do realizador Richard Linklater (o mesmo de Boyhood) foi me recomendada por um amigo porque eu andava com vontade de ver um filme romântico, mas que não me aborrecesse. Adorei o primeiro, é romântico q.b, aborda uns quantos assuntos interessantes (o diálogo entre as personagens é maravilhoso) e deixa-nos ali com a tensão da última cena de não sabermos o que acontece depois. O segundo filme, gostei, embora já não sentisse tanta ligação com as personagens. No terceiro, fiquei muito, mesmo muito triste. Por um lado, estão juntos e felizes (desculpem lá o spoiler) e tem graça notar a diferença dos atores desde os primeiros filmes. Mas o desenrolar da relação e ver o que os anos fazem às pessoas e o próprio cansaço da relação deixou-me sem qualquer esperança no amor, para ser sincera. Porque vi aquele primeiro filme, em que os dois estavam tão apaixonados um pelo outro... E depois com o passar dos anos há tantas discussões e confusões ali pelo meio. Admito que chorei demasiado, simplesmente com receio de que me aconteça.

 É um filme com um elenco relativamente bom, com o Johnny Depp hilariante e excêntrico de sempre e muito sotaque britânico. A história não é nenhuma novidade - bastante fraca, mas o filme acaba por ser engraçado.

 

Beijinhos e bom fim de semana

*~*~*

 

1 comentário

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.

Mais sobre mim

foto do autor

Mensagens

Arquivo

  1. 2015
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2014
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2013
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
Em destaque no SAPO Blogs
pub