Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Indian Summer

Dias tristes

Das coisas que mais me aterroriza, "perder" alguém que me é próximo é uma delas. Uma pessoa que viva e conviva com outra durante décadas e que de repente se vê sem ela, por "obra do destino", deixa-me de rastos.

Infelizmente, conheço casos assim e um deles é bem recente. Embora não seja familiar, afeta-me, visto que conheço as pessoas em causa.

Pensar no facto que a pessoa que cá fica (estas que são as que sofrem mais) tem de voltar a casa, onde estão memórias e onde viveu durante tanto tempo com a outra, onde encontrou um lar e onde se sente em casa, neste momento é impossível sentir-se da mesma forma, porque falta uma peça no puzzle. Peça essa que nunca voltará a encaixar-se, porque simplesmente a "tiraram" de onde pertencia. O pior é que ao início, não se dá conta, não nos apercebemos realmente do que aconteceu; a consciência chega mais tarde, e quanto aterra, é como cair o mundo em cima de uma pessoa. Arrepia-me imaginar o que é passar por algo assim, não consigo nem quero experienciar isto, por mais possível que seja, mas penso mesmo que não sou capaz de aguentar tal coisa.

 

A quem passou, passa ou terá de passar por isto, desejo muita força e que consigam ultrapassar esta dor, que é tão forte, e tão indescritível.

 

*~*~*

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.

Mais sobre mim

foto do autor

Mensagens

Arquivo

  1. 2015
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2014
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2013
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
Em destaque no SAPO Blogs
pub